Sobre quem escreve aqui


Descobri na escola, numa aula de filosofia, que não sabia quem eu era (oh!).
Até hoje não sei. E por mais que ao longo dos anos, o aforismo socrático “conhece te a ti mesmo” tenha soado em minha mente como uma ordem, desculpa aí, Sócrates, mas ainda não consegui.

Em tempo, gosto de perfume, gentileza e bom senso. Tenho Deus como melhor amigo e outros quatro confidentes de quem também não abro mão. Levo a paz e o silêncio como armas, mas fico até com medo de mim quando saio do controle. Não sei não rir quando vejo uma criança. Não sei não rir de volta pra alguém. Sou míope. Adoro cachorro. Desligada de muita coisa, me esforço pra não ser. Ao máximo. O tempo todo. Até por estar consciente de que o meu melhor possa não ser o bastante.

Amo minha família. Amo a todos que me cercam e procuro não deixar de amar os que chegam de longe. Gosto de olhar tudo. Gosto de perguntar, de analisar, de descobrir. Gosto de contar histórias. Há alguns meses, o Jornalismo me tem feito ver um mundo que eu não conhecia. Por isso, além de namorar as palavras, pretendo ser a noiva dos jornais. Sem ser infiel a ninguém, é claro. Não sou prendada, não sou cult, não sou nerd e odeio gente pedante e/ou extremista demais. A propósito, não gosto do extremo, mas às vezes preciso dele.

No mais, não resisto a um picolé de groselha. Nem a um prato batatas fritas.

..................
Facebook * Twitter